segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Domingão

Ahh, como é bom chegar em casa, e ver minhas bb's caninas virem correndo (correndo, people!) me recepcionar. Inexplicável. =)

Hm, acordei musical hj, fui dançarolando (?) pra cozinha, ao som de "twist and shout" (beatles) e até de "Broto Legal", sim, da Cely Campelo... hauhauha
Porém, no andar da carruagem, vou dormir hoje, ainda musical, mas em outra vibe, ao som de...

Ironic - Alanis Morissete.

An old man turned ninety-eight

He won the lottery and died the next day
It's a black fly in your Chardonnay
It's a death row pardon two minutes too late
Isn't it ironic... don't you think?


It's like rain on your wedding day
It's a free ride when you've already paid
It's the good advice that you just didn't take
And who would've thought... it figures


Mr. Play It Safe was afraid to fly
He packed his suitcase and kissed his kids good-bye
He waited his whole damn life to take that flight
And as the plane crashed down he thought
"Well, isn't this nice."
And isn't it ironic ... don't you think?


It's like rain on your wedding day
It's a free ride when you've already paid
It's the good advice that you just didn't take
And who would've thought... it figures


Well life has a funny way of sneaking up on you
When you think everything's okay and everything's going right
And life has a funny way of helping you out when
You think everything's gone wrong and everthing blows up
In your face


A traffic jam when you're already late
A no-smoking sign on your cigarette break
It's like ten thousand spoons when all you need is a knife
It's meeting the man of my dreams
And then meeting his beautiful wife
And isn't it ironic... don't you think?
A little too ironic.. and yeah I really do think...


It's like rain on your wedding day
It's a free ride when you've already paid
It's the good advice that you just didn't take
And who would've thought... it figures


Well life has a funny way of sneaking up on you
And life has a funny, funny way of helping you out
Helping you out

~'
E no mais, fds ótimo, mas tá na hora de colocar a cabeça no travesseiro e ir dormir...pq amanhã é segunda, e essa semana prometeee! =D Contagem Regressiva: 02 dias!!

"RT" CARPINEJAR Não tem como o sexo ficar ruim se paramos tudo por um beijo na boca.

sábado, 20 de novembro de 2010

No refeitório...

Catarina*: "Eu e o Flaudemíglio*(namorado de Catarina) estávamos observando a vitrine da CVC, fazendo planos e..."(Pára, suspira, e retoma e sai do assunto para uma reflexão...)
"Engraçado como quando namoramos alguém há algum tempo, e gostamos da pessoa, ela vira, tipo, uma extensão de nós. Uma parte nossa que está fora do nosso corpo."

Eu: Puxa. Isso foi bonito. E profundo... O.o

Catarina*: É... ^^

Eu: Rá. Vou postar no meu blog! =)

Catarina*: Nãão, não! Meu Deeeus. rssss. (A risada dela tem vários 'S' mesmo.)

Eu: Vou sim! hahaha. Aliás, e a história da CVC? Terminou como?

Catarina*: Ah! Então (...)


'''
*Nomes fictícios, usados para preservar a identidade dos envolvidos. (hahaha)

domingo, 14 de novembro de 2010

E pro domingo... Sábias palavras.

A energia lunar transita por sua oitava casa, deixando-lhe mais sensível e introspectivo. Entretanto, a quadratura com Mercúrio, em sua quinta casa, sugere uma fase em que você terá que enfrentar demandas sociais e assumir uma postura mais acessível com relação às pessoas. Coragem!
''
Ah, manolos astrólogos.. Essa coragem ai me falta esse fds, viu. Nem tv eu to assistindo. Posso deixar pra tentar me encorajar só na terça? Ja que serei obrigada a ir trabalhar etc...
To bem contente aqui, entre tralhas a serem jogadas fora, e objetos preciosos sendo realocados.
Sim! Estou fazendo uma faxina no armário!! Depois de ter cochilado com minha gata, e assistido o dvd do Garfield comendo Pringles... =)

Resumindo? Confesso, to cozida. hauhauh.
E é incrível como a lei da oferta e da procura funciona. Quando to querendo sair e td mais, ng pode, ng vai, ng quer. Esse fds que me retirei do mercado estou tendo que, com um certo pesar até, recusar convites. Ah, galera bonita, vamos deixar isso pras férias da facul. Pode ser? rs.

Arr. Voltarei ao meu retiro organizacional. Nem a internet tá prendendo minha atenção hoje.

Bjonãomeliga!
A menos que vc seja deveras interessante e querido por mim. Ah? Como você vai saber se é?
Se tem dúvidas, é porque não é.

;*

P.S. A balada hoje é no El dredon! hauhaahuah. (Coisa de orkut...)

domingo, 7 de novembro de 2010

Artes e reflexões.

Eu sonhei. Sonhei com o livro "Comer Rezar Amar" e me aventurei a ir assistir o filme.
Mesmo sem saber do que se tratava, e pensando seriamente em como seria se eu me desapontasse, como achei que ocorreria. Mas, pelo contrário, o filme é fantástico. Talvez não seja pra você que lerá esse texto, mas pra mim certamente foi.
Explico.

Esse é um filme daqueles que nos fazem refletir. Não aquele tipo que quer nos fazer desejar o que eles acreditam ser bom. Como baboseiras românticas ou consumistas, que são surreais.
Esse nos faz avaliar nossa própria vida. E esse é o motivo que faz com que o filme seja fantástico pra mim, e talvez só pra mim, eu aprecio isso.
E além disso, os valores, as reflexões e as atitudes inerentes da personagem central tem total conexão comigo, com a minha vida, e, principalmente, com o momento que estou vivendo.
Incrível, em algumas cenas do filme era como se eu tivesse me vendo falar, tive várias reminiscências**.

E é isso que acho de mais fantástico nas artes. Filmes, músicas, poemas etc, que traduzem em palavras o que sentimos e ainda não tinhamos conseguido definir.
Admiro quem tem o dom de produzir coisas assim.

Bom, uma das únicas coisas que posso ter certeza é que estou me sentindo muito mais compreendida agora. rs.
Compreendida, mesmo que meu instinto materno ainda não tenha despertado (rs), mesmo que eu não queira e não faça da minha vida o que os outros acham que seria o mais aconselhável, mesmo que eu não queira ser uma garota senso comum, em atitudes ou pensamentos, e mesmo que eu esteja há um tempo tentando encontrar um equilíbrio na minha vida que muitos julgam ser "perda da tempo", ou julgam ser algo que "não me levara a lugar algum". Ou me digam que o "isolamento" a que me propus é inútil.
Inútil é fazer algo sem propósito.
Quem assistir ao filme poderá compreender. O isolamente em si, claro, não é bom. Pois amizades e trocas de experiências são coisas valiosas.
Mas estar em si, é muito bom. É ser.
E o auto-conhecimento é imprescindível para uma vida plena. Pelo menos na minha opinião.
Podemos viver mais intensamente, e até nos doar mais para as outras pessoas, porque teremos conteúdo a oferecer. E não só necessidades, que nos fariam sugar dos outros.

Sem nos conhecer e saber o que desejamos, e traçar objetivos na vida, é impossível viver.
E apenas passar pela vida, não há quem me convença de que é um bom negócio.

Enfim, me sinto contente, e normal, novamente, por me sentir uma "viajante do mundo". Mesmo sem tantos carimbos no passaporte. Ou sem passaporte. =x

-> Assistam o filme. E vivam. E é só! =)



**Palavra nova do dia!


quarta-feira, 3 de novembro de 2010

E tu, como tá?


To ansiosa. E nervosa. Com alergia de tanta ansiedade, e stress.
Stress pq, ah, vida de cidade grande. Pressão, pressão e mais pressão. Ah e, claro, meu pai passou a tarde toda ouvindo RAP hj, (É, nego drama... ¬¬') enquanto eu tentava fazer trabalho de equideocultura. E me lembrava repentinamente que tenho uma prova de anatomia sexta.
Ah, e a ansiedade, bem.. Prova sexta(!), dois seminários nos próximos 15 dias... Decisões com relação a faculdade que tenho que tomar, e quero, mas não quero, e que mesmo que eu queira só estarão efetivamente "mudadas" no próximo semestre, ansiedade! Duas semanas de provas a partir do dia 22/11.
E fora os projetos 2011! Que só podem ser postos em prática em 2011... -.-

Precisa mais? Ahh, não se preocupem. Tem mais.
Mas eu também não vou ficar aqui escrevendo e escrevendo... Se não, escrevo demais. E já tenho plena consciência da minha condição. Não preciso atestá-la.
É como diz o ditado: "Melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, do que falar e fazer com que tenham certeza!"
hauahuaha. Boa essa! Apesar de que, é boa, mas eu não ri. Não sei pq desse "hauahuaha" ai no começo da frase. Deve ser pra eu parecer mais simpática. Sei lá.

Aliás, to tão insuportavelmente insuportavel, que, o que?! Af. To tão ansiosa, que penso tanto em como terminar o post, tomar sorvete e ir dormir, que não consigo pensar no desenvolvimento do texto. Mas, whatever, eu disse que não ia ficar escrevendo mesmo...
O que me consola é perceber que quase a totalidade dos meus amigos, contatos e seguidores do twitter (¬¬²) estão absurdamente ansiosos por 2011. Não sei o que aconteceu esse ano não, mas definitivamente não agradou a galera.
Eu to quase plenamente satisfeita. Não posso reclamar muito, coisas boas vem acontecendo.
Meu maior problema é ser ansiosa. Não sei esperar pelas coisas, pelas pessoas.

Acho que sou imediatista demais. É, foi o que me disseram uma vez. "O bom é que você é sensata, mas você é imediatista demais, menina!"
Não sei se essas palavras são bem antonimos, ou se 'imediatista' existe... Mas, se interpretei bem, até acho que o tal fulano tinha razão.
Não aguento esperar. Aliás, não sei como consigo ponderar tanto as coisas, a ponto de decidir bem (na maioria das vezes) e me sentir segura o suficiente, pra logo sair correndo fazendo as coisas. Acho que é pq eu não paro de pensar nunca. Penso até dormindo!
Aliás, essa noite sonhei que eu ia me mudar para a casa do presidente... O.o
Só não sei qual presidente, pq aquele definitivamente não era o Lula.(Thanks, God!) E nem o Serra (obrigada, eleitores inconsequentes...¬¬³)
Será que eu vou pra Inglaterra?? !!!! =D
Apesar de que, neste caso, eu teria errado o sexo da personalidade em questão. (Malz, Elisabeth II...) E o cargo, e... Ah, dane-se. O que importa são as toalhas felpudas macias de lá! ^^
Se pelo menos o primeiro ministro fosse mesmo o Hugh Grant *filmes*...(Sorry, David Cameron...)

Mas, Pai do céu... Eu disse que não ia escrever mais!
Vou tomar meu sorvete. E dormir.
Vou tomar meu sorvete. Assistir Two and a Half Man, e dormir.


Fiquem ai, com parte de uma crônica ótima (como de costume) do Mário Sérgio Cortella.

~' ~'
(...)
Ora, há dezenas de mitos, fábulas e histórias com a finalidade de exaltar a exclusividade e preferência do caminho do meio; o que não se deve esquecer é que esse caminho pode também ser o da mediocridade. Em nome da sobriedade, da prudência e do comedimento, o máximo que se obtém em muitas situações é a mornidão mediana, regrada e constantemente refreada.

Nesse sentido, para não ser morno, é preciso ser radical. Cuidado! Em nosso vocabulário usual é feita uma oportunista confusão entre radical e sectário. Radical é aquele, como lembra a origem etimológica, que se firma nas raízes, isto é, que não tem convicções superficiais, meramente epidérmicas; radical é alguém que procura solidez nas posturas e decisões tomadas, não repousando na indefinição dissimulada e nas certezas medíocres. Por sua vez, o sectário é o que é parcial, intransigente, faccioso, ou seja, aquele que não é capaz de romper com seus próprios contornos e dirigir o olhar para outras possibilidades.

É preciso ter limites, mas estará o limite exatamente no meio? Não é necessário ir até os extremos, mas é essencial não ficar restrito ao confortável e letárgico centro. Muitas vezes, o meio pode ficar anódino, inodoro, insípido e incolor. Alguns desses desejos de romper fronteiras mornas só aparecem nos epitáfios, sempre em forma nostálgica e lamentadora de um “eu devia ter…”. Para além da mitologia grega, não é por acaso que outros Titãs têm sido tão festejados quando cantam de forma deliciosa e perturbadora (e muitos com eles): “Devia ter amado mais, ter chorado mais, ter visto o sol nascer; devia ter arriscado mais e até errado mais, ter feito o que eu queria fazer…”.

A sabedoria para equilibrar essas inquietações pode ser encontrada na reflexão feita no século 5º a.C. pelo filósofo chinês Confúcio: “Eu sei por que motivo o meio-termo não é seguido: o homem inteligente ultrapassa-o, o imbecil fica aquém”.

Radicalidade é uma virtude; o vício está na superficialidade.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

"A desilusão é algo que nos acompanha para todo lado...

E isso independe do caminho que escolhemos."


Por que eu queria mesmo escrever algo interessante.
Como não se pode agradar a gregos e troianos, acho que seria útil rabiscar algo que ao menos me interessasse. Mas hoje não dá não.

Acho que o mais certo que posso pronunciar é que eu odeio saber que minha felicidade causa a infelicidade de outra pessoa. É algo que não sai da minha mente ha algum tempo.
Mas não foi sobre isso que vim falar. Ou foi? Ah é, lembrei! Não vim falar sobre nada.
E deve ser normal mesmo, as vezes, ficarmos sem palavras.

Ficamos sem palavras de tão alegres, ou de tão tristes.
Como estou tão alegre e tão triste... =x


P.S. Thataaa. Quanto ao seu último comentário, ainda bem que é só charminho. Pq vc sabe que é deveras importante pra mim. Sempre. Mesmo em circunstâncias de euforia. Hahaha. (Nota importante: Seus conselhos são ótimos, e seu colo indispensável nos momentos tensos).
*Te amo, e não vou te deixar ir embora não! #fato.

P.S.² Nathy (amora*), adoooro nossos sorvetes. rs. E ainda te amo, mesmo vc não tenho paciência pra ler blogs! auhauah. Eu posso aceitar isso, e meu coração continuará aberto. ;)

To declarativa de repente. Que puxa!