quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Pam.

Um desassossego sempre crescente e sempre igual. Tudo me interessa e nada me prende.
*
Acontecem algumas coisas as vezes... E elas tiram nosso sossego!
Tá, eu confesso que já não era um dia de humores dos mais calmos. Mas tudo ia relativamente bem...
Muito compromissos somados a prestadoras de serviços (leia-se faculdade...) que oferecem serviços abaixo da expectativa, personalidades do cotidiano que só dificultam sua vida, o esmalte saindo precocemente da unha, e falta de tempo, fazem a cabeça de qualquer um girar. Nem minhas listas de afazeres estão mais dando conta de disciplinar minhas tarefas diárias. Já desisti. Não dá pra cumprir todas.
O jeito é ir correndo daqui e dali, realizando o maior número possível de compromissos, começando por aquela ordem esperta do "mais importante" e no fim do dia, ver no que deu. Ou no que não deu.

Enquanto isso desejos consumistas vão ficando pra trás. Au revoir!!
Eu realmente não precisava deles. Era só pra ajudar naquela sensação de satisfação. Como a de comer uma barra de chocolates na tpm.
Porém, pra me ver satisfeita agora, deixo os objetos populares de lado, e percebo que preciso organizar a R$ pra XI Jovet (além de conseguir estar em vários lugares ao mesmo tempo, pq tá cruel escolher apenas um módulo por horário...), dentre outras coisitas, mais ou menos prazerosas que quero e/ou preciso fazer, ate o final da semana, do mês e do semestre.

No mais é só aguardar a feira Pet de sexta, o delicioso feriado que se aproxima (delicioso mesmo com as várias tarefas acadêmicas *se acumulando* que tenho para realizar), e aguardar o Grand Finale, quando tudo estiver finalmente resolvido e girando nos eixos. (Utopia!)

E, saindo do plano material, só o que tenho a dizer é o que descobri nestes valorosos 21 aninhos de vida:
Não deixe para as horas vagas, o que te dá prazer. Se deseja algo, faça.
Encontre meios e disposição para realizar os desejos sinceros que tem, logo e sempre.

Se tivesse direito a três desejos, quais seriam?

Join it!


P.S. Já que é mentira, pq só três? Seria devido ao sempre querido Alladin ou história afins? Não.
É só que, algumas limitações nos ajudam a enxergar o que é realmente prioridade em nossas vidas. =)

Um comentário:

Thata disse...

Minha prioridade é sempre dizer aos meus amigos o quanto eu os amo! =)
Te amo muito, amiga! =)