terça-feira, 12 de outubro de 2010

"Decifra-me ou te devoro"

Todos conhecemos o fascinante enigma da esfinge. Se não todos, os que não conhecem certamente terão prazer em pesquisar a respeito. E todos também conhecemos o fascínio que a cultura egípcia exerce sobre mim. O que todos não conhecemos ainda é como este enigma vem sendo utilizado atualmente por meu cérebro maroto.

Podemos ter dois tipos de momento "Decifra-me ou te devoro", na vida.

Um deles é aquele em que a pessoa "x"(qualquer um) tenta decifrar a "y"(você), por qualquer motivo que seja, aonde quer que seja. Passado um tempo se o enigma de ser a pessoa "y"(você) for demasiado complexo, ela devorará o "x"(pessoa qualquer) e está tudo acabado. É só aguardar o próximo que virá tentar desvendar o mistério em questão. Você estará, então, em vantagem e tranquilidade.

Já o outro momento, é aquele em que você tem de desvendar algum mistério que reside em seu interior. E não se trata dos mistérios de toda uma vida, e tudo que ela envolve.
É um sentimento esporádico, desconhecido, e único que não conseguimos nem distinguir se é bom ou ruim.
E mesmo sem saber o que é, você sabe e sente que se não desvenda-lo, ele certamente irá consumir sua alma. E então, caminhará na busca por respostas e entendimento.
Por que depois das primeiras interrogações, você compreenderá que se instalou em ti um mistério gravado em hieróglifos que não podem ser traduzidos. Não constam na Pedra de Roseta.
Ou como opção (um recurso remoto...) restará ainda contar com alguma ajuda, caso exista alguém capaz de compreender, e lhe dar ferramentas necessárias para que tu consigas te decifrar.

E enquanto isso, no lustre do castelo, se perpetua o pensamento...
Que te faz se indagar

Seria demais ou de menos?

É um sentir pouco e em demasia.
Pensar tanto.
Até se descontrolar
É querer tanto e tão pouco.
E ter a certeza de que não a tem.

**  **
Merchan: http://www.cotidianoenfadonho.blogspot.com/

2 comentários:

CACHORRÃO 157 disse...

MI GUSTA MUCHO!

Diego Segura disse...

Acho que as respostas sempre são simples, e quanto mais pensamos, mais complicamos... Então mocinha, pare de pensar tanto! ;)